• Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon
0

As fases da Lua e suas aplicações mágicas

26.10.2017

Adorada nas mais importantes religiões como a deusa Mãe, a Lua é um dos astros que mais influenciou a organização da sociedade, as religiões e as práticas mágicas. Entenda como é possível utilizar a influência ancestral de suas fases para alcançar uma vida harmônica e próspera, em conformidade com as leis Universais!

 

Grande parte dos historiadores acredita que o conceito de influência das fases lunares teve origem ainda durante o Paleolítico, quando os humanos utilizavam a época de Lua Cheia para dar início às atividades noturnas e ao período de caça. 

 

Devido à boa luminosidade durante esta fase, para estes homens, só se conseguia o alimento através da Graça e misericórdia da Lua, que iluminava as noites escuras. Por outro lado, além de trazer fartura e saúde, a Lua também era capaz de atrair miséria e doenças durante suas fases mais sombrias  (Minguante e a Nova). Pois, diante da escuridão deste período, o homem precisava se recolher e se esconder para não ficar vulnerável aos predadores noturnos e isto significava, além do perigo, a redução do alimento.

 

Assim, a Lua era a deusa da vida, da morte e do renascimento, pois, tal qual o Cristo, ela também renascia três dias depois do seu desaparecimento, devolvendo a esperança aos homens com a sua luz. E da mesma forma que a Lua influenciou o homem primitivo, ela ainda nos influencia nos mais variados aspectos, através dos ciclos biológicos humanos, animais e vegetais, tais como a menstruação, a fertilidade e os ciclos das plantas, que se alinham ao ciclo da lunação.

 

Para saber mais sobre como a Lua influencia o corpo humano, os ciclos biológicos e o desenvolvimento espiritual, confira o post: O papel da Lua na magia. 

 

Através do estudo destes ciclos da Natureza, foi possível então associar os conceitos das fases lunares aos respectivos aspectos influenciados. Por exemplo, a Lua Cheia é associada à fartura e à fertilidade e a Lua Nova à introspecção, ao recolhimento e ao planejamento. A Lua Crescente simboliza a construção e o renascimento e a Lua Minguante a desconstrução e o final do ciclo. 

 

A influência cultural da Lua é tão grande que, por um tempo, até mesmo a Igreja Católica aconselhava os seus fiéis a esperarem a Lua Crescente para o casamento, por ser este um momento de prosperidade e crescimento do amor (de fato, a libido começa a aumentar nesta fase). E, ainda hoje, a imagem de Nossa Senhora da Conceição mostra a santa sobre uma Lua Crescente, para representar as qualidades imaculadas da jovem Virgem. Infelizmente, poucos fiéis sabem disso hoje em dia.

 

Coincidência ou não, na tradição mágica (muito mais antiga do que o cristianismo), a Lua Crescente também simboliza a deusa lunar (a grande Mãe) no aspecto de Donzela: jovem, pura e casta. Porém, ao invés de negar as suas raízes, na magia a ligação entre os magos e a Lua continua sendo fundamental para o autoconhecimento e para a utilização plena de suas habilidades. É isto que nos permite realizar um trabalho que esteja em harmonia com as influências do Universo, dando força a cada intenção.

 

Por esta razão, é importante conhecer as fases certas para realizar feitiços e rituais, pois fazê-los na fase errada é como nadar contra a correnteza. Então, vamos conhecer cada uma das fases lunares e potencializar nosso poder mágico?

 

Se você tiver dúvidas sobre como reconhecer as fases da Lua, como é o seu movimento ou como ela surgiu, recomendo a leitura de: O guia básico da Lua: movimento, origem e lunação.

 

Lua Nova

 

A Lua Nova, devido a seu alinhamento entre o Sol e a Terra (posição conhecida como conjunção), fica aparentemente invisível no céu. Além do fato da Lua nascer e se por junto com o Sol, o que faz com que ela desapareça das nossas noites, a sua porção iluminada fica totalmente "de costas" para nós aqui na Terra e a sua sombra pálida fica incapaz de competir com o brilho do Sol. 

 

Por esta razão esta fase é também conhecida como Escuridão lunar e tem como característica a representação da morte. Portanto, a Lua Nova, apesar de ser o início de um novo ciclo, representa um período de calmaria, recolhimento e inatividade. É a hora de "sumir" como a Lua, hora de descansar e planejar. Esta fase é também conhecida pela diminuição da libido e pela baixa na atividade sexual, ou seja, o recolhimento é de fato um movimento biológico alinhado com o ciclo lunar, o que faz deste o período ideal para a meditação.

 

Pensar antes de agir é a melhor forma de começar qualquer coisa e é esta a lição da Lua para o início de cada ciclo. Como a Lua Nova é a Lua da interiorização, da reflexão e de reavaliar atitudes e abordagens, na prática, isto significa que este período é desaconselhado para a realização de feitiços e rituais (exceto aqueles de harmonização), mas é perfeito para o planejamento dos mesmos e para rever estratégias. A atração gravitacional da Lua nesta fase é a mais forte do ciclo, então este momento não deixa de ser estimulante, mas este estímulo se concentra no plano intelectual, no sentido da germinação das novas ideias.

 

Lembre-se que durante a Lua Nova, a seiva se concentra no caule e nas raízes, por isso frutos e flores não estão em boas condições para serem colhidos. Por outro lado, este é o momento ideal para semear. Ou seja, apesar desta ser uma fase de introspecção, a Lua Nova, representa o período mais fértil para se dar início a tudo o que é novo. E como eu sempre digo, tudo começa com um bom planejamento! A Lua Nova é a Lua da preparação para o renascimento.

 

Quando ocorrem duas Luas Novas no mesmo mês, a segunda é chamada de Lua Violeta. A Lua Violeta amplifica as características da Lua Nova, sendo um convite para o silêncio, a introspecção e a contemplação. É o momento ideal para se fazer uma profunda reflexão a respeito do verdadeiro propósito da alma e da missão que você veio realizar nesta encarnação. Ao pedir, durante esta Lua é possível aumentar a intuição, receber sinais ou até mesmo a vidência como orientação para sua trajetória de vida, o que será de grande ajuda no planejamento e direcionamento pessoal em direção ao crescimento espiritual. 

 

Lua Crescente

 

Conforme a face iluminada da Lua começa a reaparecer, nasce (ou renasce) a fase Crescente (na magia, esta fase compreende a Lua Crescente, o Quarto Crescente e a Crescente Gibosa). Esta é a Lua da expansão, do acréscimo e do realce. Como recém nascida, a Lua Crescente representa a juventude, o crescimento, a força e tudo o que está relacionado aos aspectos juvenis, tais como a ousadia, a paixão, a pureza, a ingenuidade e a ilusão. 

 

Esta Lua rege os recomeços, a luta para alcançar os seus objetivos, a construção e a busca pela emancipação. Ou seja, esta é a hora certa para fazer escolhas, continuar mesmo diante dos obstáculos e comprometer-se. Porém, é necessário escolher com maturidade e sabedoria, procurando evitar as atitudes impulsivas e ilusórias, pois os caminhos escolhidos durante esta fase permanecerão durante todo o ciclo e, como acontece na vida, os frutos serão colhidos na próxima etapa. 

 

Esta é a hora certa para trabalhar e investir. Tudo o que se inicia nesta fase tem grandes chances de dar certo, mas levará o tempo que for necessário para crescer e tomar forma. Portanto, não desista e tenha paciência. O sucesso virá no tempo certo, como fruto do seu trabalho e dedicação. Pois, como o próprio nome diz, a Lua crescente não deixa de representar o crescimento e a concretização dos planos.

 

Esta Lua possui o poder da atração, expansão e fortalecimento, o que faz deste um período ideal para trazer prosperidade, fartura, crescimento espiritual, ou ainda dar início a novos empreendimentos, novos trabalhos ou novos relacionamentos. Tudo depende do que você planejou alcançar!


Então, coloque os seus planos em prática e, claro, intensifique os contatos sociais. Esta é a época ideal para conhecer pessoas novas e investir em amizades, parcerias e até mesmo em uma relação amorosa. Aliás, a Lua Crescente é uma fase especialmente indicada para realizar feitiços de atração e amor, para trazer mudanças positivas, para atrair a boa sorte e aumentar o desejo sexual.

 

Lua Cheia


Durante esta fase, a Lua fica em oposição ao Sol e sua face iluminada pode ser vista em sua totalidade aqui da Terra, como um belíssimo círculo de luz brilhante. Assim, tal qual o círculo, a Lua Cheia simboliza a plenitude, a eternidade e a força, além de ser a representação da parceria e a união. Portanto, este é o momento em que os poderes mágicos chegam ao seu ápice e não é incomum vermos bruxas e magos reunidos ao luar para realizar rituais e comemorações!


Como as pessoas ficam mais receptivas e abertas, esta é a hora ideal para socializar. Eventos, festas e reuniões durante a Lua Cheia costumam ser um sucesso! Além disso, esta abertura pessoal também permite uma maior ligação ao subconsciente, estimulando a vidência e as práticas mágicas em geral, deixando o Universo mais favorável à realização de seus pedidos. O magnetismo da Lua fica altíssimo (como podemos observar nas marés), o que estimula também as realizações e o transbordamento.

 

Nas plantas, a seiva se concentra nas folhas e nos frutos, fazendo desta a melhor fase para a colheita de vegetais suculentos. Da mesma forma, os projetos chegam ao nível máximo de desenvolvimento, então se você fez um bom plantio, se prepare para colher bons frutos. De um modo geral, costuma ser um período muito próspero, onde será possível ver o resultado de seus investimentos. Mas, a Lua Cheia não é garantia de sucesso. Nesta hora você se sentirá pleno e realizado ou frustrado e ansioso, conforme o resultado dos seus  esforços durante a fase anterior. 


Outro ponto importante é que dado ao fato desta Lua aguçar a sensibilidade, as pessoas ficam mais suscetíveis a alterações de humor que podem ir de uma simples inquietação ou ansiedade até um comportamento obsessivo ou agressivo (é por isso que no passado associava-se a Lua Cheia à loucura). Neste caso, o importante é trabalhar o equilíbrio e fazer exercícios de canalização das energias. Uma dica é direcionar as energias para a realização pessoal, para o trabalho ou para se entregar à paixão.

 

Aliás, na Lua Cheia a libido chega ao seu ponto máximo, junto com o período fértil da mulher. Isto favorece não só o sexo, mas também o amor, a fertilidade, a gestação e a maternidade, pois simboliza a maturidade feminina. Por esta razão, a Lua Cheia também é conhecida como a Lua dos Amantes! 


Por fim, como o ciclo lunar e o ano solar se encontram ligeiramente dessincronizados, a cada três anos podemos ver duas Luas Cheias num mesmo mês. Esta segunda Lua Cheia é chamada de Lua Azul e é conhecida por conferir um poder extra aos feitiços e encantamentos. A Lua Azul tem uma força magnética e um poder espiritual incríveis, reforçando o sentido de plenitude e realização. Durante esta Lua, a colheita é maior do que o esperado, portanto é uma Lua de extremos positivos ou negativos, conforme o plantio e o esforço que foi dedicado.

 


Lua Minguante

 

Durante esta fase, a Lua diminui, ficando cada vez menos visível até quase desaparecer, portanto ela simboliza a retração, a diminuição e o abatimento. Por ser o último estágio do ciclo lunar, a Lua Minguante (que na magia, abrange a Minguante Gibosa, o Quarto Minguante e a Lua Minguante) representa tanto o final do ciclo, o término e a conclusão, quanto a experiência adquirida no fim da vida através do amadurecimento.


Esta Lua, portanto, nos dá a sabedoria necessária para olhar para dentro e refletir, reavaliando atitudes, ideais, projetos e compromissos que assumimos. É o momento da auto-análise, o que favorece a conscientização dos bloqueios e as mudanças de hábitos negativos. É hora de reconhecer os pontos que você precisa mudar, se livrar de situações que não dão frutos, parar de insistir em assuntos que não vingaram e finalizar todas as pendências.

 
A Lua Minguante é o momento ideal para se livrar de tudo o que você não quer mais que faça parte da sua vida ou do seu ambiente. Isso inclui mudar de trabalho, de casa, fazer faxinas para jogar fora os lixos energéticos e doar as coisas que não tem mais utilidade para você. Se aconselha que as atividades mágicas durante esta fase sejam somente no sentido de se livrar do que não serve mais e encerrar etapas. 


Esta Lua é um convite para tomar as decisões mais difíceis, porém também as mais necessárias, colocando um ponto final nas situações, ou seja, para banir tudo o que incomoda espiritualmente, para desatar os nós e se despedir de fases, sociedades ou relacionamentos ruins. Além disso, esta Lua também é ótima para acabar com vícios e iniciar tratamentos de saúde.


Aos três últimos dias de Lua Minguante dá-se o nome de Lua Negra ou Lua Balsâmica, logo antes dela ingressar à fase de Lua Nova. Esta Lua é associada às energias mais sombrias, com o poder de criar e destruir, o poder da vida e da morte e da passagem entre os mundos. Ou seja, é uma Lua delicada até mesmo para quem tem experiência na magia (traduzindo: não vá se meter onde depois você não sabe sair).


Esta Lua facilita o acesso às profundezas da psique, sendo favorável para trabalhos de transformação profunda, manipulação do inconsciente e contato com vidas passadas. Todo trabalho lá realizado pode afetar uma pessoa de maneira irreversível, destruindo padrões de condicionamento e comportamento. Isto pode ser favorável para a libertação daquilo que não serve mais, do que é limitante ou que criou traumas profundos. Por outro lado, ao perambular pelo subconsciente, existe o risco de serem criados mais traumas e bloqueios. 


Portanto, não faça rituais durante a Lua Negra sem experiência, sob o risco de fazer uma bagunça irreversível dentro de si mesmo. É aconselhado sempre procurar profissionais de confiança para guiar esse tipo de intervenção. E em hipótese alguma utilize esta (ou qualquer outra) Lua para a realização de magia negra ou qualquer trabalho com energias involutivas de destruição ou morte. Lembre-se que o caminho da verdadeira magia é o caminho da Luz.

Considerações finais

 

Neste texto, vimos que o conhecimento das fases da Lua é importantíssimo para se alcançar o alinhamento com as forças da Natureza e com o Universo, que são a fonte do poder da magia. Porém, para além das fases lunares, existem outros fatores que influenciam as práticas mágicas como, por exemplo, os signos do zodíaco. 


Quando a Lua está em determinado signo, os atributos lunares são influenciados pelas características daquele signo específico. Isto faz com que diferentes energias estejam presentes, favorecendo determinados comportamentos e rituais específicos. Portanto, conhecer os aspectos da Lua em cada signo pode ser de grande ajuda em suas práticas mágicas e na sua busca pelo autoconhecimento!


Para saber mais sobre este assunto, fique de olho nas próximas publicações. Faremos um post exclusivo sobre a influência da lua de acordo com os signos! Espero que tenham gostado deste material, nos vemos na próxima!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

 POSTS RELACIONADOS

Please reload

SEGUE A GENTE NO FACEBOOK

ÚLTIMOS POSTS

Please reload